Dúvidas

Diferença entre Mamoplastia e Mastopexia

Para entender a diferença entre Mamoplastia e Mastopexia, o cirurgião-plástico Dr. Jorge Moulim explica a complexidade de cada procedimento, acompanhe.

Afinal, as opções e técnicas de cirurgia na região das mamas, muitas vezes, podem confundir algumas mulheres.

Entender a diferença entre elas, portanto, é o primeiro passo para tomar a decisão certa sobre qual procedimento seria o mais indicado para cada situação.

Qual a diferença entre Mamoplastia e Mastopexia?

A principal diferença entre Mamoplastia e Mastopexia está na técnica aplicada que deverá ser aplicada de acordo com as expectativas da paciente.

Basicamente, a Mamoplastia visa modificar às mamas em seus variados aspectos.

Seja no tamanho, volume ou aparência, pode ser realizada com ou sem implante de silicone.

Em busca de seios perfeitos, muitas mulheres inicialmente recorrem a técnica de aumento, que acaba sendo a mais famosa de todas as técnicas.

No entanto, a técnica de aumento dos seios não resolve o problema de quem sofre de ptose ou mais comumente conhecido como seios flácidos.

Neste caso, é necessário o reposicionamento das mamas, realizado por meio da Mastopexia.

Enquanto a Mamoplastia visa aumentar ou reduzir o volume das mamas, a Mastopexia corresponde à correção da flacidez.

Sem retirar ou acrescentar volume, a técnica visa o reposicionando à aréola e o tecido mamário.

Esta é a principal diferença entre as a Mamoplastia e Mastopexia.

Em que casos a Mamoplastia é indicada?

A Mamoplastia de aumento ou redutora é indicada para mulheres a partir dos 18 anos, que estão insatisfeitas com as mamas.

Mulheres com seios fartos ou demasiadamente pequenos, geralmente procuram este tipo de procedimento.

Como dito, a técnica pode ser realizada com ou sem implante de silicone.

Para quem a Mastopexia é indicada?

Já a Mastopexia é indicada para mulheres que acreditam que suas mamas perderem sua forma jovial e firme.

Isso ocorre por diversos motivos como, por exemplo:

  • Gestação;
  • Amamentação;
  • Envelhecimento natural da pele;
  • Perda de peso;
  • Pacientes que tiveram a auréola alargada;
  • Gravidade.

Obviamente, a diferença entre a Mamoplastia e Mastopexia é pequena, mas cada uma é indicada em casos especiais como pode perceber.

Lembrando que a Mastopexia também pode ser com implante de silicone, assim como na Mamoplastia.

Como são realizadas as cirurgias de Mamoplastia de Aumento e Mastopexia?

Por possuir objetivos diferentes, as técnicos apresentam algumas peculiaridades em sua aplicação.

O Dr. Jorge Moulim explica como ele realiza cada procedimento.

Mamoplastia de Aumento

A anestesia geral ou peridural com sedação costuma ser a mais utilizada, pois favorece a analgesia no pós-operatório.

Depois disso, iniciam-se as incisões, feitas em áreas discretas para que as cicatrizes não fiquem visíveis.

O número e a localização das incisões variam conforme o tipo de implante, o volume desejado e as características anatômicas da paciente.

Após a inserção, as incisões são fechadas e, após o efeito do anestésico, a paciente é liberada para a observação.

Em média, a cirurgia da Mamoplastia dura cerca de 45 minutos a 1 hora.

Mastopexia

O procedimento da anestesia geral é o mesmo da mamoplastia de aumento.

Depois disso, é hora de restaurar as mamas.

O tecido subjacente é levantado e remodelado para melhorar a firmeza e a forma dos seios.

Em seguida, os mamilos e aréolas são reposicionados e o excesso de pele é removido.

Então, a incisão é fechada e pontos profundos são introduzidos no tecido mamário para manter a nova forma da mama.

A operação dura de 2 horas e meia à 3 horas, podendo a paciente receber alta no mesmo dia ou no dia seguinte.

Como é o pós-operatório da cirurgia de correção de mamas?

O pós-operatório de qualquer tipo de cirurgia de mama é semelhante.

As recomendações para uma recuperação rápida e saudável incluem:

  • Remoção das suturas dentro de 7-15 dias após a cirurgia;
  • Usar um sutiã especial durante um mês para imobilizar a área e promover a cicatrização;
  • Realizar o curativo por 30-60 dias;
  • Evitar ao máximo os esforços, levantar peso ou malhar por 30 dias;
  • Dirigir após 30 dias;
  • Evitar a luz solar direta por 30 dias.

Em todo caso, seguir expressamente as orientações do cirurgião-plástico é crucial.

De fato, a diferença entre Mamoplastia e Mastopexia está no objetivo da paciente, como pode perceber.

De todo modo, é cerne buscar a opinião de um cirurgião-plástico especialista na área, a fim de auxiliar na escolha com base em sua perícia médica.

O Dr. Jorge Moulim é especialista em ambos os procedimentos e pode-te auxiliar para garantir os resultados que você almeja.

Para agendar uma consulta clique aqui

Dr. Jorge Moulim – CRM 7797-ES

Formação acadêmica:

  • Residência médica em cirurgia plástica pela Universidade Estadual Paulista
  • Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
  • Membro da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética
  • Membro do Colégio Brasileiro de Cirurgiões

Atualizado em: 15/02/2023

Sobre o autor | Website

Dr. Jorge Moulim – CRM 7797-ES Formação acadêmica: * Residência médica em cirurgia plástica pela Universidade Estadual Paulista * Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, confira o perfil, clique aqui. * Membro da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética * Membro do Colégio Brasileiro de Cirurgiões

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

*

Seja o primeiro a comentar!